Reclamações sobre compras pela internet aumentam 208% no Procon de São Paulo.


Faltando dois meses para o segundo semestre de 2020, o Procon de São Paulo registrou 120.714 reclamações relacionadas a problemas de compras pela internet.
Todo o primeiro semestre deste ano contou com 121.173 reclamações. As maiores disputas são por atraso ou não entrega dos produtos.


Em 2019, foram 78.419 reclamações durante todo o ano. Este ano, a partir de 17 de outubro, já são 241.887 demandas, apontando um aumento de 208% em relação ao ano anterior. O diretor executivo do Procon-SP, Fernando Capez, ressalta que houve um despreparo dos estabelecimentos para vendas online.


"Independentemente do aumento da demanda gerada pela pandemia ou em qualquer outra ocasião específica, os dados mostram que as empresas não estão se preparando para vendas online. Os fornecedores vendem o que não têm em estoque, atrasam a entrega, não alertam sobre a cobrança de frete, há muitas reclamações e, por parte das empresas, respostas automáticas e atrasadas."


Black Friday

Diante desse aumento no número de reclamações, o Procon-SP convocará uma reunião com as principais empresas do e-commerce, pensando também em evitar problemas que possam se repetir durante a Black Friday. A agência solicitará medidas para atender aos direitos do consumidor e sugerir investimentos no pós-venda das empresas.


As vendas pela internet devem crescer 27% na Black Friday deste ano, em comparação com o mesmo período de 2019. Se as expectativas forem atendidas, o resultado aumentará o desempenho do e-commerce em 38% para o ano de 2020, segundo dados da Ebit Nielsen, empresa de medição e análise de dados.


Para os consumidores que enfrentam problemas com compras online ou qualquer outro problema do consumidor, o Procon-SP oferece canais de atendimento a distância: no site (www.procon.sp.gov.br); através do aplicativo, disponível para Android e iOS; ou via redes sociais, onde você pode fazer reclamações, verificando @proconsp e indicando o endereço ou site do estabelecimento.