Imposto de Renda 2020: Como consultar a restituição? em casos de NÃO Pagamento o que se pode fazer?


 
A Receita Federal abriu na última sexta-feira (23) a consulta ao primeiro lote residual de restituições do Imposto de Renda 2020. O pagamento será depositado no dia 30 de outubro diretamente na conta bancária do contribuinte.
Saiba aqui se a Receita Federal liberou você da malha fina e pagará sua restituição.


Cair na malha fina significa que sua declaração de imposto de renda será retida por causa de algum erro, como um valor incorreto, uma renda omitida, informações de registro erradas ou até mesmo uma possível fraude em análise. Quando a Receita faz a revisão e entende que ela foi resolvida, libera a restituição.


Segundo a Receita Federal, mais de 910 mil contribuintes caíram na malha fina. O lote residual será feito, no total, para 273.545 deles, totalizando R$ 560 milhões.


Desse montante, mais de R$ 211 milhões são destinados a contribuintes com prioridade legal: 5.110 idosos com mais de 80 anos, 38.301 entre 60 e 79 anos, 4.636 contribuintes com alguma deficiência física ou mental ou doença grave e 21.244 contribuintes cuja maior fonte de renda é o magistério.


Como verificar se seu reembolso foi liberado?

Para saber se a declaração foi liberada, o contribuinte deve acessar o site da Receita Federal. Você também pode verificar através do aplicativo Individual, disponível para sistemas Android e iOS.


Ao realizar a consulta do Imposto de Renda 2020, o contribuinte será informado:


• que tenha sido contemplado e que o valor seja creditado no dia 30;


• ou que a declaração esteja na "fila de restituição", ou seja, que está tudo correto, mas é necessário aguardar a liberação dos valores nos próximos meses;


• ou que esteja "em processamento", ou na "fila" da agência, o que significa que pode haver alguma inconsistência de informações, e o contribuinte pode revisá-la para ter certeza, mas isso ainda não é certo.


O que fazer em casos de NÃO Pagamento?

Se você tem direito ao lote residual e o valor não é creditado em sua conta, o contribuinte pode entrar em contato pessoalmente com qualquer agência do Banco do Brasil ou ligar para a Central de Atendimento: 4004-0001 (capitais), 0800-729-0001 (demais localidades) e 0800-729-0088 (telefone exclusivo para deficientes auditivos).


A restituição começou mais cedo e foi mais rápida

Este ano, o número de lotes de restituição foi reduzido de sete para cinco, o que significa que as pessoas que tinham direito e não caíram na malha fina receberam o dinheiro mais rapidamente. Os pagamentos anteriores iam de junho a dezembro. Este ano, começou mais cedo, de maio a setembro.

Post a Comment

Postagem Anterior Próxima Postagem