Confira os novos aprovados no auxílio emergencial que ganharam um calendário exclusivo.


Um novo cronograma para pagamentos e pagamentos de auxílios emergenciais foi divulgado pelo governo.
Isso é para os trabalhadores que tiveram seu pedido reavaliado em outubro por causa de atualizações de dados do governo. 


Este lote abrange cerca de 95.000 novos beneficiários de auxílio emergencial. Uma portaria publicada nesta quinta-feira (29), no Diário Oficial da União trouxe o calendário de pagamentos na conta social digital, e os pagamentos das 5 parcelas pagas pelo auxílio.


Amanhã, sexta-feira (30), será depositada a primeira parcela na conta e os pagamentos devem ser finalizados no dia 20 de novembro.


O calendário segue a data de nascimento dos beneficiários para evitar aglomerações em agências bancárias.


Segundo o Ministério da Cidadania, o novo lote atingiu 67,7 milhões de pessoas, representando um gasto público de mais de R$ 230 bilhões.


Em nota, o Ministério informou que "Os novos lotes de Auxílio Emergencial liberados para pagamento entram nos ciclos vigentes. O público da Portaria nº 519 será integrado ao calendário a partir do Ciclo 4. São 8 mil cidadãos nascidos em janeiro que já terão o crédito da primeira parcela na conta social digital nesta sexta-feira", disse.


A segunda parcela será depositada a partir de 22 de novembro e será finalizada em dezembro.


A terceira, quarta e quinta parcelas serão pagas a partir de 19 de dezembro e finalizadas em 27 de janeiro de 2021.


Quantas parcelas de R$300 vou receber?

O número de parcelas de R$ 300 que você receberá depende de quando o cadastro do trabalhador foi aprovado.


  • Quem recebeu a 5ª parcela de R$ 600 entre 28 de agosto e 30 de setembro – receberá 4 parcelas de R$ 300
  • Quem recebeu a 4ª parcela de R$ 600 entre 28 de agosto e 30 de setembro - receberá 3 parcelas de R$ 300
  • Beneficiários que receberam a 3ª parcela de R$ 600 entre 28 de agosto e 30 de setembro – receberão 2 parcelas de R$ 300
  • Quem recebeu a 2ª parcela de R$ 600 entre 28 de agosto e 30 de setembro - receberá 1 parcela de R$ 300
  • Quem recebeu a 1ª parcela de R$ 600 entre 28 de agosto e 30 de setembro – não receberá parcelas de R$ 300
  • Quem não recebeu nenhuma parcela de R$ 600 até este período – não receberá nenhuma parcela de R$ 300.