Os sintomas que o Covid-19 causam na pele do após a pessoa ser infectado.

Imagem: Veja/Saúde

Um mês depois de um novo coronavírus aparecer no cenário mundial. - O Covid-19 foi declarado uma epidemia pela Organização Mundial da Saúde (OMS) – Os sintomas da doença são claros, e nós médicos aprendemos a tratar essa doença de forma mais eficaz.


Entre os sintomas mais comuns estão febre, fadiga, dor de cabeça, tosse, anosmia (perda de olfato) e ageusia (perda de paladar) e com gravidade e baixa frequência, um número crescente de dermatologistas que tratam pacientes confirmados com formas relatadas de angina e tendência de dermatite. A partir desta observação, foi sugerido que algumas lesões cutâneas podem estar associadas ao Covid-19.


O estudo, publicado por pesquisadores italianos em março de 2020 no Journal of the European Academy of Dermatology, relatou que 18 dos 88 pacientes com Covid-19 (cerca de 20,4%) desenvolveram doenças de pele. Tais lesões são encontradas, especialmente no tronco, mãos e pés. A maioria dos casos tem manchas vermelhas e lesões, sarampo, como erupções ou urticária.


Tendo em vista a relevância deste relatório e de outros. A Associação Americana de Dermatologia decidiu coletar dados de vários dermatologistas sobre os sintomas da pele apresentados em pacientes com artérias coronárias.


Das mais de 300 reuniões relatadas, a mudança bizarra, apelidada de "Pés de Covid", é comum na maioria dos casos. Este é um fenômeno observado em alguns países, especialmente em pessoas mais jovens, onde os pés ficam vermelhos e até roxos. Alguns também descrevem a sensação de queimação na área. As lesões não parecem estar associadas à gravidade da doença e tendem a desaparecer em poucos dias.


Além do "dedo do dedo do dedo do porque", a publicação apontou outra lesão cutânea que parecia se formar entre os pacientes que foram hospitalizados chamado malha liveo, que se manifestou como a descoloração da pele, caracterizada pelo aparecimento de linhas vermelhas ou azuis de formas irregulares, que seguiam com precisão o arranjo das veias.


Segundo especialistas, esse transtorno está associado a problemas de coagulação sanguínea e é expresso principalmente nos membros e nádegas. O estudo também descobriu que há uma ideia de que o vírus pode estimular demais o sistema imunológico em alguns pacientes.


Uma condição adicional foi relatada, tempo em um artigo publicado na revista de Vasculaire (VMY): a presença de manchas escuras semelhantes à queima a frio, além de sinais de urticária.


Em nota, a Associação Brasileira de Dermatologia (SBD) destacou que ainda é cedo para chegar a uma conclusão definitiva sobre o assunto. Entre as limitações que precisam ser consideradas estão o fato de o estudo ser pequeno, além de apresentar falhas metodológicas. Você não pode dizer se esses sintomas aparecem antes ou depois de sintomas clássicos — ou mesmo por causa de infecções por drogas e outras infecções.


Portanto, a prudência indica que a melhor coisa a fazer é estar ciente da presença desses sintomas ou sintomas. Se isso acontecer, não entre em pânico: consulte um profissional médico.


Letícia Nanci é médica do Hospital Sírio Libanês, médica responsável pela clínica de dermatologia Lestician Nancy.

Post a Comment

Postagem Anterior Próxima Postagem